BCAA TOP 4:1:1 120 Capsulas Integralmedica Ver maior

BCAA TOP 4:1:1 120 Capsulas Integralmedica

IM05962

Produto novo

Os aminoácidos de cadeia ramificada, mais conhecidos como BCAA (do inglês, branched-chain amino acids), são componentes fundamentais das estruturas musculares. Uma vez que não são sintetizados naturalmente por nosso organismo, precisam ser ingeridos por meio da alimentação ou suplementação.

Mais detalhes

1 Item

Cálculo do Frete

Aguardando CEP

R$ 71,98

Mais informações

BCAA TOP fornece esses aminoácidos na proporção 4:1:1 (quatro partes de leucina para uma de isoleucina e uma de valina), concentração de 2140 mg de leucina por dose e adição de vitamina B6, que melhora a absorção dos aminoácidos pelas células. Nutrição e treino adequados estão na base da evolução física de atletas e esportistas. Com três décadas de tradição, a Integralmédica traduz a ciência da nutrição esportiva em uma vasta linha de suplementos adequados a diferentes objetivos de desempenho, estética e saúde. Integralmédica é inovação, qualidade e tecnologia ao alcance de atletas e praticantes de atividades físicas de todos os níveis.

•BCAA 4:1:1

•VITAMIN B6

•LEUCINE 2140 MG

APRESENTAÇÃO: Embalagem disponível: pote com 120 cápsulas. Peso líquido: 118 g [NET WT: 0,26 lbs] Produto classificado como: AMINOÁCIDOS DE CADEIA RAMIFICADA. SUGESTÃO DE CONSUMO: Consumir 04 cápsulas ao dia ou conforme orientação profissional. CONSERVAÇÃO: Conservar este produto ao abrigo de luz, calor e umidade. Crianças, gestantes, idosos e portadores de qualquer enfermidade devem consultar o médico e/ou nutricionista.

INGREDIENTES: Leucina, isoleucina, valina, piridoxina (vitamina B6), cápsula de gelatina e hidroxipropilmetilcelulose (estabilizante). NÃO CONTÉM GLÚTEN.

Comentários

Escrever uma avaliação

BCAA TOP 4:1:1 120 Capsulas Integralmedica

BCAA TOP 4:1:1 120 Capsulas Integralmedica

Os aminoácidos de cadeia ramificada, mais conhecidos como BCAA (do inglês, branched-chain amino acids), são componentes fundamentais das estruturas musculares. Uma vez que não são sintetizados naturalmente por nosso organismo, precisam ser ingeridos por meio da alimentação ou suplementação.